O que você precisa saber sobre e-commerce

O que você precisa saber sobre e-commerce

E-commerce nada mais é do que uma abreviação de comércio eletrônico, ou seja, operações e transações realizadas através da internet sem que necessariamente haja um espaço físico para o contato entre cliente e fornecedor. Tendo isso em mente, talvez o primeiro pensamento que possa passar pela cabeça é: Uau, se eu não preciso ter um espaço físico, isso significa que ter uma loja virtual é mais barata. Isso pode estar certo, mas também pode estar errado.

Assim como qualquer loja física, um e-commerce demanda investimento e muito trabalho para o bom funcionamento, e se por um lado não existe o gasto com a construção ou aluguel de uma loja física, por outro há o investimento necessário em marketing e divulgação do site, criação e manutenção constante de novas estratégias para fidelização dos clientes, dentre muitos outros.

A internet é um mundo paralelo gigantesco com acesso globalizado, o que permite que as pessoas tenham lojas de qualquer lugar do mundo a um clique de distância, e se em uma rua com algumas poucas dezenas de lojas já existe a necessidade de se ter um diferencial para buscar espaço no mercado, no mundo virtual a concorrência é exponencialmente maior.

 

O produto

Quando o assunto é a abertura de uma loja, seja ela virtual ou física, o ponto mais importante (e mais óbvio) é: O que eu vou vender?

Para responder essa pergunta é necessário uma boa dose de tempo e dedicação. Será que é melhor investir em um grande mercado ou partir para o comércio de nicho? Qual será a disponibilidade desse produto? Terá estoque ou será feito sob encomenda? O que podemos responder com certeza é que não basta ter um produto bom, bonito e barato, é importante que você conheça profundamente o mercado, os concorrentes, os fornecedores e todo o mundo que gira ao redor do que se deseja vender.

 

O mercado

Mas afinal de contas, o que é esse tal de mercado?

O mercado é o espaço do produto dentro do mundo dos negócios. Todos nós compramos e vendemos diversas coisas ao longo da nossa vida, mas elas não necessariamente competem umas com as outras, sequer compramos tudo da mesma pessoa ou vendemos tudo para um único comprador. Essa oferta e demanda de cada item é o seu mercado. Dentro do mercado de um produto nós iremos encontrar as outras empresas que também o vendem, os fornecedores das matérias-primas, os principais distribuidores, o público-alvo, ou seja, quem são as pessoas que costumam adquirir esse tipo de produto, e quais as melhores maneiras de se chegar até eles, as melhores propagandas, as melhores formas de se comunicar e vender.

 

O negócio

Ok, agora eu sei o que eu quero vender e sei tudo o que preciso saber sobre o mercado, qual o próximo passo?

De nada adiantará todo esse conhecimento sem que o seu negócio esteja muito bem planejado, arquitetado e documentado. Uma ideia é apenas uma ideia até que seja colocada no papel. Um plano de negócios é requisito obrigatório para qualquer e-commerce, pois é através dele que serão definidas as metas de curto, médio e longo prazo, o caminho para que se alcance esses objetivos e a forma como esse caminho será trilhado.

 

O e-commerce

As barreiras de entrada no comércio eletrônico são menores do que as do comércio físico convencional, e é exatamente por esse motivo que existem inúmeras pessoas abrindo seus negócios todos os dias na internet. Essa grande quantidade de novos entrantes faz com que a escolha correta da tecnologia, da plataforma, das políticas, dos parceiros e da logística seja fundamental para que um e-commerce não afunde em meio ao mar de lojas virtuais antes mesmo de começar.

Não é novidade que os mobiles estão em constante crescimento, então ter uma loja que se apresente bem e responda rápido em um celular, smartphone ou tablet pode se tornar um diferencial. A plataforma é o esqueleto, a estrutura, a fundação por onde sua loja começa, traduzindo para uma metáfora simples, seria como o prédio de uma loja física, e ninguém quer colocar seus produtos para vender em um lugar ruim, bagunçado e cheio de defeitos, não é mesmo?

As políticas são necessárias para que o cliente consiga entender a maneira como a sua loja se porta em determinadas situações, como no caso de uma troca necessária, ou então da devolução do produto pelo direito do arrependimento, dentre outras. Os parceiros funcionam para dar suporte à sua loja, seja na área de marketing, propaganda, manutenção. Por fim, mas não menos importante, a logística é algo que tem se tornado um dos pontos mais relevantes para o consumidor, sendo fator determinante para a compra. Se uma loja possui um prazo muito grande para entregar o produto, o cliente simplesmente acaba optando por uma que o entregue mais rápido.

 

Entrar no mundo do e-commerce não deve ser visto como uma brincadeira, é necessário que se tenha a seriedade e a maturidade suficientes para entender que assim como qualquer outro negócio serão exigidos tempo, habilidades, conhecimento e principalmente muita dedicação. Nós da BUBB Store estamos preparados para lhe ajudar não só no que diz respeito ao e-commerce, mas buscamos fornecer uma visão sobre cada um dos itens abordados neste artigo, colocando toda a nossa experiência ao seu dispor.

 

Gostou das informações? Tem alguma dúvida, sugestão ou comentário? Fale com a gente em [email protected] ou então ligue para 16 3341 8797, teremos o maior prazer em lhe atender.

Share

Lucas Colette

Fundador da Bubb Web Studio e Bubb.Store

Comments

  1. Muito bom!!!

Deixe uma resposta para Erick Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *